0

Rococó – Características da Pintura, Arquitetura e Esculturas | Arte

Rococó é um estilo que surgiu na França. Saiba mais sobre este período. As características e a arte.

O Rococó é um estilo que teve sua origem na França. Manifestou-se em um período histórico de mesmo nome, dividido cronologicamente em 3 fases: Fase de Regência que refletia atitudes da elite francesa de Paris e Versailles; Fase Luís XV ou Madame Pompadour e fase Luís XVI ou Maria Antonieta.

O estilo espalhou-se pela Áustria, pela Alemanha e chegou a Portugal em 1750. No Brasil manifestou-se no eixo Rio-Minas. A palavra “rococó” tem origem no termo francês “rocaille” que significa decoração em forma de concha, geralmente usada em jardins.

fragonard-rococo

El columpio (Fragonard). Rococó


Características do Rococó

Buscava a suavidade em contradição ao Barroco. Mas, não apresentava a mesma religiosidade e dramaticidade deste. Expressou-se por meio de diversos tipos de arte. Se fez presente na pintura, na escultura, arquitetura e música, entre outras. Suas características envolvem:

  • A utilização de delicada leveza de traços e aplicação de linhas sutis.
  • Presença de suavidade e luminosidade nas cores, em contraposição ao estilo Barroco que prima pelas cores intensas.
  • Emprego de linhas curvas.
  • Utilização da natureza como tema. Manifestado por flores, pássaros, cascatas, rochas, plantas.
  • Emprego de temas referentes ao cotidiano.
  • Utilização de temas voltados para relações humanas.
  • Temas que retratam a vida profana dos aristocratas.
  • Reflexão sobre o sensual, agradável, extravagante.
  • A arte Rococó sofreu no Brasil, influência de temas religiosos, porém isto não ocorreu em outros países.

 

A arte Rococó

A arte rococó servia para amenizar os conflitos vividos no cotidiano. Era muito empregada para atender aos caprichos e necessidades da classe alta deste período. Uma das preocupações da nobreza, na época, era ornamentar os ambientes.

O Rococó na Arquitetura

O Rococó manifestou-se na arquitetura especialmente em ambientes interiores. Era expresso através de decoração minuciosa e muito ornamentada, rica em detalhes. A arquitetura dos ambientes estilo rococó é especialmente diferenciada. Investe nos formatos ovais, nas paredes com pinturas suaves e luminosas. Os ambientes ainda contam com espelhos e detalhes florais

igreja-de-wies-baviera-alemanha-rococo

Igreja de Wies, Baviera, Alemanha


O Rococó na 
Pintura

Na pintura o destaque fica por conta das cenas mundanas. São utilizados dois tipos de plano de fundo. Um que prioriza parques, natureza e jardins. E outro que retrata ambientes de luxo. Não representavam, em seus quadros, temas religiosos e mitológicos.

Palácio Nymphenburg - Alemanha

Palácio Nymphenburg – Alemanha


O Rococó na Escultura

escultura-rococo
A escultura representou muitos nobres e influentes da época. Linhas mais leves e suaves eram aplicadas em estátuas que serviam à decoração.

Algumas características da escultura Rococó:

Utilizavam o mármore, porém davam preferência aos materiais que aceitam melhor as cores leves, como a madeira e o gesso;

A escultura deixa de lado as linhas do barroco e suas estatuetas tornam-se mais reduzidas;

Trabalha com motivos que tem por objetivo criar elementos decorativos;

Criam souvenir que revelam cenas gentis e graciosas e brincadeiras da infância;

As criações são feitas em cores luminosas e demonstram espontaneidade.

 

Estilo artístico Rococó no Brasil

Esta expressão iniciou-se no Brasil por volta do século XVIII, mais ou menos nos meados deste período. Manifestou-se particularmente na arquitetura e sofreu boa influência religiosa, ao contrário do que ocorreu na maioria dos países da Europa.

Nos Estados de Minas Gerais, Pernambuco e Belém encontramos exemplos de obras com a tendência religiosa assumida pela arquitetura Rococó no Brasil. Trata-se da arquitetura religiosa do Rococó brasileiro.

Um dos nomes que representam o rococó em nosso país é o conhecido e surpreendente Aleijadinho, que também é um artista com obras de características barrocas.

As cores e texturas do Estilo

A arte Rococó revela preferência por cores claras. Os vermelhos e turquesa tão presentes no Barroco deixam de ser ressaltados. Prevalecem o azul, o amarelo, e o rosa, cores que enchem as telas e encantam os olhos, por sua suavidade.

A elegância predomina, enquanto decai o realismo. Uma nova era de perfeição invade as vontades artísticas e nota-se o aprimoramento do brilho. As sedas, assim como as rendas, passam a vestir as personagens dos quadros e ganham representatividade bastante significativa.

Uma interessante alternativa para obtenção do efeito veludo e transparência dos vestidos de seda é encontrada nos tons pastéis. É nesta época que torna-se aprimorada a técnica do material pastel.

Rococó é um estilo artístico que surgiu na França, teve relevante desenvolvimento na Áustria e Alemanha, e espalhou-se pelo resto do mundo. Veio opor-se à alguns pontos do barroco. Um de seus pontos principais é valorizar a alegria e a despreocupação vividas nas cortes de Paris e de Viena.

 

Leia isso também:

arteweb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *