0

Arte Bizantina – Pintura, Arquitetura, Escultura e Mosaicos – História da Arte


Arte Bizantina é a denominação dada ao conjunto de manifestações artísticas ocorridas na Idade Antiga próprias do Império Bizantino.

Arte Bizantina: História

O Império Bizantino surgiu com os primeiros sinais da queda de Roma, por volta do século IV. Na ocasião o Imperador Constantino transportou a capital para Bizâncio, cidade do oriente que passou a ser chamada de Constantinopla, que tornou-se então a capital do Império Romano do Oriente.



Depois que o Imperador Constantino outorgou o Édito de Milão, que impedia que os cristãos fossem perseguidos, o Cristianismo tomou o rumo do crescimento. Eles ganharam o direito de professarem livremente sua religião.  Com isto foram aparecendo as igrejas cristãs e com elas um novo estilo artístico que deflagrou a Arte Bizantina.

Sendo assim, esta nova arte surgiu com alguns propósitos. Tornava conhecida a religião cristã, educava seus devotos e incutia no povo a crença no Cristianismo. Devido a isto, muitos a consideram como arte cristã.

 

Arte Bizantina – Características

mosaico
A arte Bizantina foi exteriorizada por meio da pintura, escultura, arquitetura e mosaico. Constantinopla tornou-se seu centro, era onde tudo se concentrava e de onde tudo partia. Como nova arte tinha características singulares, que podem ser observadas abaixo:



  • Experimentou grande influência do Cristianismo.
  • Consagrou-se como estilo que privilegiava a utilização marcante das cores.
  • Foi influenciada pela cultura oriental e greco-romana (especialmente Ásia Menor e Síria), fato que levou à miscigenação de diferentes enfoques culturais.

 

Pintura Bizantina

A pintura Bizantina não foi muito bem desenvolvida, pois sofreu a oposição do movimento iconoclasta. Este movimento, surgido na época, questionava a adoração de ícones como imagens e quadros de santos.

Segundo a prática monoteísta, só Deus pode ser adorado e qualquer outra forma de veneração ou contemplação é repudiada e considerada idolatria. Desta forma, as estátuas e quadros não eram admitidas.






As técnicas de pintura variavam entre tipos distintos. Existiam trabalhos de pintura em quadros, em painéis portáteis, ilustrações de livros e afrescos. Com predominância da temática cristã. As imagens privilegiavam as figuras de Cristo e da Virgem Maria.

Arte Bizantina: Mosaicos

Arte-Bizantina

Uma técnica que fazia sucesso na época Bizantina e que muito se destacaram nesta arte, foi a tática de mosaico. Constava de trabalho criado com pedacinhos de pedras coloridas, que eram fixadas com cimento, em uma parede. Compunham desta forma belas ilustrações ou desenhos. Nestes mosaicos era comum retratarem o imperador, os profetas, e divindades.



Escultura

Muito influenciada pelo Oriente, tinha características como: a rigidez, a uniformidade, a presença de folhagens estilizadas, contava com linhas geométricas bem demarcadas, e a ausência de naturalidade. Um material muito usado era o marfim.

Arquitetura

Catedral do Sangue Derramado ou Igreja da Ressurreição - Idade Média, Arte Bizantina

Igreja da Ressurreição – (Russia)  Arte Bizantina

Neste campo artístico destacaram-se as construções religiosas. Igrejas majestosas, espaçosas e imponentes, destacaram-se como expressão da arquitetura neste período. Para possibilitar estas características foi necessário o uso de cúpulas, com sustentação por meio de colunas. Estas exibiam capiteis (parte superior da coluna) decorados com ouro. E assim eram construídas as igrejas bizantinas. A Igreja da Ressurreição é um exemplo do jogo de cores e detalhes expressados na arquitetura bizantina.

Arte Bizantina:  Destaques

O acervo Bizantino compõe um patrimônio artístico bastante versátil. Muitas obras tornaram-se famosas e muito se sobressaíram. Entre elas destacamos:

  • Estruturas arquitetônicas- Destaca-se a Igreja de Santa Sofia, simples por fora, mas de exuberante beleza em seu interior contendo mosaicos em formas geométricas, mostrando cenas do evangelho. (Localizada atualmente em Istambul)
  • Em Ravena – Igreja de São Vital e Igreja de Santo Apolinário.
  • Mosaicos – Na Igreja de São Vital em Ravena estão os mosaicos: Justiniano e a imperatriz Teodora (Ao lado do altar-mor)

A Arte Bizantina diz respeito à toda expressividade artística religiosa da época do Império Bizantino. Surgiu a partir do reconhecimento do Cristianismo como religião.  Formou tendência com técnicas que não se limitaram ao Império, pois expandiram-se pelo mundo.

Continue lendo sobre a História da Arte





arteweb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − sete =